Fernando Alves

Beechcraft King Air 260 recebe certificação da FAA

A Textron Inc., representada com exclusividade no Brasil pela TAM Aviação Executiva, anunciou nesta quarta-feira (10), que o novo King Air 260 recebeu a certificação da Federal Aviation Administration (FAA). Com isso, o modelo passará a ser entregue nas próximas semanas nos Estados Unidos.

A aeronave é uma evolução da tradicional série 200 da linha King Air e traz os mais recentes avanços tecnológicos no cockpit, uma cabine redesenhada e ainda mais conforto aos passageiros. Lançado em dezembro, o modelo reflete o compromisso contínuo da Textron em fazer investimentos substanciais em sua linha de produtos.

"Os feedbacks contínuos que temos com nossos clientes desempenham um papel fundamental nas decisões que tomamos sobre o projeto de novas aeronaves, bem como em melhorias em nossa frota existente", revela Chris Hearne, vice-presidente sênior de Engenharia e Programas. "Com o King Air 260, utilizamos essas opiniões valiosas e realmente elevamos a experiência de voo para pilotos e passageiros. E agora, com a certificação concluída, estamos ansiosos para colocar o King Air 260 nas mãos dos nossos clientes, que estão na expectativa".

O King Air 260 combina a rica história de confiabilidade e versatilidade da família King Air com upgrades de última geração, oferecendo uma maior facilidade em voar. As principais inovações para a aeronave são a inclusão do Autothrottle de série, junto com um novo sistema de pressurização digital. A cabine também é equipada com o sistema de radar meteorológico Collins Multi-Scan como um recurso padrão em todas as aeronaves King Air 260.

No Brasil, o King Air é sucesso de vendas. De acordo com o presidente da TAM AE, Leonardo Fiuza, o novo modelo já desperta interesse nos brasileiros. "Os modelos King Air representam 46% das nossas vendas. Por serem essenciais, sobretudo para o setor de agronegócio, devido a sua capacidade de transportar muita carga, versatilidade e o fato de decolar e pousar em pistas curtas e não preparadas, esses modelos já estão no gosto dos brasileiros".

King Air 260

Com capacidade para até nove pessoas, um alcance máximo de 1.720 milhas náuticas (3.185 km) e uma velocidade máxima de cruzeiro de 310 ktas (574km/h), a série Beechcraft King Air 200 é, há muito tempo, a aeronave preferida dos clientes em todo o mundo. As últimas atualizações oferecem ainda mais motivos para a escolha dessa aeronave.



Uma das principais evoluções do King Air 260 é o Autothrottle de série, gerenciando automaticamente a potência do motor desde a decolagem, fase de cruzeiro, descida e pouso, o que faz com que os pilotos tenham mais segurança durante o voo e uma carga de trabalho reduzida. Além disso, o sistema controla a potência ideal automaticamente, com monitoramento de parâmetros como rotação, torque e temperatura.

Outra atualização importante no cockpit é o novo sistema de pressurização digital, que ajusta automaticamente a pressão da cabine durante a subida e descida, reduzindo a carga de trabalho dos pilotos e aumentando o conforto geral do passageiro. Os indicadores do sistema foram integrados à suíte de aviônicos Collins Pro Line Fusion.

O radar meteorológico Collins Multi-Scan RTA-4112 fornece aos pilotos um sistema totalmente automático, que é otimizado para detectar condições meteorológicas de curto, médio e longo alcance. O sistema é projetado para apresentar uma imagem precisa do clima ao redor da aeronave, reduzindo ainda mais a carga de trabalho do piloto.


O IS&S ThrustSense® Autothrottle também está disponível como uma atualização pós-venda em todas as aeronaves Beechcraft King Air 200 equipadas com Pro Line Fusion.

A cabine do King Air 260 apresenta assentos recém-projetados, criados a partir de um processo inovador de mapeamento de pressão que identifica maneiras de proporcionar uma viagem mais confortável e relaxante para os passageiros, especialmente em voos mais longos.

Família King Air - Número 1 em vendas

Aproximadamente 7.600 aeronaves King Air foram entregues desde 1964. Trata-se do maior sucesso de vendas de uma família de turbo-hélices no mundo. Sua frota mundial ultrapassou 62 milhões de horas de voo em seus 57 anos, cumprindo todas as suas missões, desde aquelas voltadas às forças públicas até as missões comerciais por todo mundo.

Conteúdo Original: insightnet.com.br
Read More
Fernando Alves

Helibras fecha parceria com Helisul Aviação e reforça presença regional de suporte e serviços no Brasil

A Helibras anuncia a parceria na prestação de serviços de manutenção com a Helisul Aviação, a maior operadora de helicópteros civis do Brasil, especializada em manutenção e fretamento de helicópteros, serviço aéreo especializado e transporte aeromédico.

Com foco na proximidade, qualidade, segurança e satisfação do cliente, a parceria com a Helisul tem como objetivo expandir a rede de atendimento através de centros de serviços autorizados, ampliando a presença regional da companhia e mantendo os altos padrões de qualidade, capacitação técnica e transparência. É a primeira parceria dessa dimensão no Brasil.

No primeiro momento, serão cinco novas localizações no Brasil onde o cliente poderá contar com os serviços: Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Florianópolis (SC) e Brasília (DF).

“Queremos nos aproximar ainda mais de nossos clientes e operadores e, em um país de dimensões continentais como é o Brasil, a presença local se faz importante. O acordo com a Helisul, empresa parceira a qual temos plena confiança, nos possibilitará uma melhor interação com nossos operadores, que poderão contar com a praticidade e facilidade em ter uma estrutura ampla e de qualidade regionalizada de atendimento em MRO”, afirma Alessandro Branco, Diretor de Programas, Suporte e Serviços da Helibras. 

Com quase 50 anos atuando no mercado, a Helisul é o maior cliente civil da Helibras, com 30 aeronaves da companhia em operação no país atualmente. Atuando desde 1972 e com uma estrutura completa de hangares, centros administrativos, equipes de manutenção e pilotos altamente capacitados, a Helisul oferece ainda seus serviços aéreos especializados, manutenção e gerenciamento de aeronaves para todos os seus clientes. 

"Para a Helisul essa parceria é motivo de orgulho, pois confirma o trabalho sério e de alta qualificação técnica que temos feito. Com a certificação, somada a nossa ampla presença no Brasil, nos unimos à Airbus para atendermos ao mercado com excelência e equipamentos de ponta, sempre visando qualidade e segurança operacional. Nosso compromisso de apoiar a frota brasileira deste grande parceiro se ampliará em breve com a oferta de simuladores de voo e acréscimo dos serviços de manutenção de motores”. Humberto Biesuz, Superintendente Executivo da Helisul Aviação. 

Foco na expansão de Suporte e Serviços 

A Helibras tem investido na área de Suporte & Serviços ao longo de 2020, apesar da situação econômica gerada pela pandemia da Covid-19.

Em complemento aos estoques de peças e capacidades atuais de MRO, as quais tem servido com sucesso aos clientes e a frota atual composta, em sua maioria, pelos modelos H125 e H130, a companhia continua ampliando seus estoques de peças e ferramentais para a crescente frota de biturbinas leves como o H135 e H145 (incluindo o mais novo modelo 5 pás). Além disso, a Helibras vem preparando sua estrutura de suporte e serviços com foco nos modelos H160 e H175, equipados com o novo sistema Helionix e uma série de inovações em ferramentas, estruturas e aerodinâmica. 

Nos anos anteriores, a companhia investiu na ampliação de capacidades locais, principalmente, em sua reconhecida oficina de conjuntos dinâmicos e caixas de transmissão.

A partir dessas ações estratégicas, a Helibras reitera sua forte presença no Brasil e reforça seu compromisso com os clientes civis, para-públicos e militares, que operam aeronaves diariamente para as mais diversas missões, com confiança e segurança, pelo Brasil afora.

Saiba mais sobre a Helisul 

Fundada em 1972, a empresa começou operando voos panorâmicos em Foz do Iguaçu, administrada por empreendedores da então Companhia Tropical de Hotéis, pertencente à Varig. Depois surgiu a Tropical Táxi Aéreo, mais tarde transformada em Helisul. Mas foi nos anos 1990 que a empresa expandiu os serviços e as bases por todo o Brasil, sob o comando dos comandantes Eloy e Celso Biesuz. Hoje conta com uma estrutura completa de hangares, equipe administrativa, de manutenção aeronáutica e pilotos altamente capacitados. Está presente em diversas regiões do Brasil (Curitiba, Foz do Iguaçu, São José dos Pinhais, Brasília, Florianópolis, Rio de Janeiro, São José e São Paulo), prestando serviços aéreos especializado (SAE), serviços de fixed base operator (FBO), manutenção, gerenciamento e fretamento de aeronaves, transporte aeromédico e voos panorâmicos. A frota atual da Helisul é composta por mais de 50 aeronaves, entre helicópteros e aviões. Mais informações em www.helisul.com

 Sobre a Helibras

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros, subsidiária da Airbus, líder mundial nos segmentos aeroespacial e de serviços relacionadas à defesa. Em seus 42 anos de atividades, a Helibras já entregou cerca de 800 helicópteros no país. É líder do mercado brasileiro, com participação de 50% na frota de helicópteros à turbina, e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Atibaia e Brasília. Sua fábrica, que emprega cerca de 500 profissionais, produz   as aeronaves H125 - Esquilo e H225/H225M, além de executar modernizações de aeronaves. A empresa também customiza diversos modelos que atendem os segmentos civil e militar. Em 2020, a Helibras registrou faturamento total de R$ 927 milhões.


Original:Egom PR Agency
Read More
G12Aviation

Aeronave bimotor cai em mata na Serra da Cantareira

Uma aeronave bimotor teria caído na Serra da Cantareira na manhã desta segunda-feira (2). O Corpo de Bombeiros foi acionado pela Aeronáutica quando o avião perdeu contato com a base entre as estradas Da Roseira e Santa Inês, em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo.
TV Globo/Reprodução
Segundo informa o capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos bombeiros, o helicóptero Águia 8 esteve no local e confirmou o acidente. Oito equipes foram enviadas no local, que seria de mata fechada.
A aeronave, que saiu de Jundiaí, no interior do estado, para o aeroporto Campo de Marte, na zona norte da capital, é um bimotor, modelo King Air. Ainda não há informações sobre tripulantes e o motivo da queda.
Conteúdo Original:Veja sp
Read More
Grupo12Horas.Aérea

Domingo Aéreo 2019 no Campo de Marte em Outubro

Os pequenos em casa amam aviões? Então já pode ir anotando na agenda esse passeio imperdível! O tradicional Domingo Aéreo no Campo de Marte irá acontecer no dia 20 de outubro. O evento é famoso pelos shows da Esquadrilha da Fumaça, apresentações dos cachorrinhos do Canil da Guarda Civil, exposição de aeronaves e viaturas militares, apresentações de bandas, e muito mais! Ah, e tudo gratuito!
Os shows dos aviões no céu são muito legais! E chegar pertinho de aeronaves de verdade então? A criançada adora! Passeio gostoso para toda a família!
O Domingo Aéreo, conhecido também como Portões Abertos, tem como propósito aproximar a população da instituição e mostrar um pouco do trabalho dos militares da FAB. O evento é realizado no Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP), no Campo de Marte, na zona norte da capital. Não é necessário fazer inscrição, mas a capacidade do evento é limitada, por isso é melhor chegar cedo!

Conteúdo Original:http://www.campodemarte.com.br/

Read More
Fernando Alves

Como foi o acidente perto do Campo de Marte


Um avião de pequeno porte caiu após decolar do aeroporto Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, na tarde desta sexta-feira. Dois ocupantes morreram e 11 pessoas ficaram feridas. Uma casa foi atingida e outras duas ficaram danificadas.

Testemunhas que presenciaram o momento da queda contaram o que viram ao Estado. Veja os relatos:

'Levantou aquela bola de fogo'
O atendente de loja Rafael dos Santos, de 25 anos, estava no portão de casa quando ocorreu a queda. Segundo ele, não estava chovendo na hora do acidente. “Vi ele (avião) passando, passou muito rápido, aí embicou e levantou aquela bola de fogo e de fumaça preta.”

Segundo ele, havia pelo menos dois homens no caminhão de lixo que estava perto do local e que acabou carbonizado. Imagens feitas por Santos no celular mostram que a queda criou pequenos focos de incêndio na rua. “Nunca vi nada assim.”

'Veio muito rápido em cima de nós'
O motorista de aplicativo Selmo Eugênio da Silva, de 44 anos, levava um passageiro da Barra Funda, na zona oeste, até Santana, na zona norte, no momento da queda da aeronave. “Não sei como consegui escapar daquele incêndio, veio muito rápido em cima de nós”, disse. Segundo Silva, o carro estava parado no farol quando foi atingido.

"Pensei que um carro tinha batido atrás. O passageiro saiu, passando por cima de mim. Tentei sair e não conseguia. Apertei o botão do cinto, daí saí de dentro (do carro).” Silva queimou parte do braço e foi atendido no local.

'Teve correria para ver, tirar fotos'
"Vi ele (avião) passando bem baixinho e, depois, teve a explosão. Deu um barulho alto, saiu fumaça preta na hora, ficou um cheiro de fumaça", disse o frentista Francimar Tomé da Silva, de 47 anos. "Teve correria para ver, tirar fotos. Tinha pessoa gritando, dizendo corre, corre, para sair fora, gritando para sair."

'Levantou voo e perdeu potência'
O arquiteto Vainer Ragusa, de 50 anos, passava pela Avenida Brás Leme, após sair de uma consulta médica, quando testemunhou a queda da aeronave. "Estava no farol da Brás Leme, no sentido Santana. Vi que o avião levantou voo e perdeu potência, começou a baixar e caiu entre a rua e uma casa", conta. Segundo Ragusa, a aeronave atingiu carros. "Estava a uns 200 metros e senti o calorão. Foi muito feio."

'Achei que fosse um daqueles caças que fazem show'
A estudante de moda Victória Piccinn, de 19 anos, saía do edifício de 10 andares em que mora quando o avião caiu. “Passou raspando na torre A do Campo de Marte. Estava no celular com um amigo e falei ‘nossa, quase arrancou um pedaço do prédio'.  Passou fazendo tanto barulho que achei que fosse um daqueles caças que fazem show." Segundo ela, houve um clarão após a queda e o avião era branco e azul. “Quando passamos aqui, já tinha muito fogo", disse Victoria.

'Deu para sentir o calorão'
Moradores de uma casa atingida pelo avião, os aposentados Neusa e João Bovolenta, de 73 e 83 anos, estavam assistindo televisão na sala de estar de casa no momento do acidente. “A gente estava conversando aí ‘tum’. Eu estava de costas para a janela, aí estourou tudo, foi caindo tudo”, conta a aposentada.

“Começou a vir uma fumaça preta, entrou pelo portão.” Por causa das escadas, o casal não gosta de utilizar o segundo andar do sobrado, em que vive há 26 anos. Eles saíram pela cozinha e pegaram o corredor para os fundos, onde mora uma neta. “Deu para sentir o calorão. Abri tudo. Ele (o marido) pegou uma mangueirinha e começou a jogar água (da casa da neta).” /PRISCILA MENGUE, RENAN CACIOLI  e JÚLIA MARQUES


Conteúdo Original:Estadão
Read More
Grupo12Horas.Aérea

Copa realiza primeiro voo comercial com B737 MAX 9

A Copa Airlines realizou seu primeiro voo comercial utilizando o B737 MAX 9. Como divulgado antecipadamente pelo M&E, o voo partiu do Aeroporto Internacional de Tocumen, no Panamá, para Tampa, nos Estados Unidos. Os passageiros a bordo foram os primeiros a experimentar tudo o que a moderna aeronave oferece.

“Este primeiro voo marca o início de uma nova era para a Copa Airlines. Estamos muito orgulhosos de ter a mais recente tecnologia da Boeing a serviço de nossos passageiros. O MAX 9 significa mais eficiência em nossas operações e maior conforto para nossos passageiros, mas, acima de tudo, representa um símbolo de desenvolvimento e crescimento que nos motiva a continuar inovando e a deixar o nome do Panamá no topo”, afirma Pedro Heilbron, CEO da Copa Airlines.

O primeiro voo do MAX 9 permitiu aos passageiros desfrutarem pela primeira vez da nova classe executiva Dreams, com 16 assentos reclináveis do tipo cama. Cada um deles possui uma tela sensível ao toque de 16 polegadas com controle remoto, conectores USB e de energia, e dois espaços para armazenamento de itens.

“O MAX 9 concretiza o compromisso da Copa Airlines de melhorar continuamente, buscando oferecer aos nossos passageiros uma experiência de voo mais confortável e conveniente. Estamos orgulhosos de ter em nossa frota uma das aeronaves mais modernas do setor”, celebrou Bolívar Dominguez, VP da frota de Operações de voo da Copa Airlines.

Conteúdo Original:https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/copa-realiza-primeiro-voo-comercial-com-b737-max-9/
Read More
Grupo12Horas.Aérea

Domingo Aéreo no Campo de Marte

Se os pequenos em casa amam aviões, não dá para perder: dia 26 de agosto tem o tradicional Domingo Aéreo no Campo de Marte. O evento tem show da Esquadrilha da Fumaça, apresentação dos cachorrinhos do Canil da Guarda Civil, exposição de aeronaves e viaturas militares, apresentações de bandas, e muito mais! Ah, e tudo gratuito!
Os shows dos aviões no céu são muito legais! E chegar pertinho de aeronaves de verdade então? A criançada adora! Passeio gostoso para toda a família!

O Domingo Aéreo, conhecido também como Portões Abertos, tem como propósito aproximar a população da instituição e mostrar um pouco do trabalho dos militares da FAB. O evento é realizado no Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP), no Campo de Marte, na zona norte da capital, entre 9h e 17h. Não é necessário fazer inscrição, mas a capacidade do evento é limitada, por isso é melhor chegar cedo!
No ar, as acrobacias da Esquadrilha da Fumaça estão previstas para acontecer entre 13h e 14h, com a frota completa. E ainda tem demonstração de rapel, às 10h e às 15h, e paraquedismo às 12h.
Importante: não haverá estacionamento. Para quem for de transporte público, a Estação de Metrô Santana fica a cinco minutos do evento. O evento contará com praça de alimentação coberta e food trucks.
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA
9h – Abertura com a Banda Sinfônica da Base Aérea de SP.
9h30 – Chegada da Esquadrilha da Fumaça.
10h – Demonstração de Rapel e Técnica McGuire com Helicóptero H-50.
11h – Demonstração Aérea.
12h – Paraquedismo com a Equipe Falcão.
13h – Demonstração Aérea da Esquadrilha da Fumaça.
14h – Demonstração Aérea.
15h – Demonstração de Rapel e Técnica McGuire com Helicóptero H-50.
16h – Apresentação da Banda Sinfônica da PM.
17h – Encerramento e fechamento dos portões.

Conteúdo Original:http://saopauloparacriancas.com.br/gratuito-e-imperdivel-domingo-aereo-2018-evento-com-show-de-avioes-promovido-pela-fab-em-sao-paulo/
Read More
© Copyright 2017 12Aérea News. Designed by HTML5 | Distributed By . G12horas.Aerea.