Priscilla McInnes Queiroz Campos

Aeroporto de Porto Alegre vai receber R$ 79,6 milhões em obras

Nesta quinta-feira, dia 31, a ordem de serviço para ampliação do pátio de aeronaves do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), foi emitida pela Infraero. A obra custará R$ 79,6 milhões, valor que, segundo a Infraero, está 8,94% abaixo do orçamento de referência, estipulado em R$ 87,4 milhões. Os serviços incluirão ainda a ampliação do sistema de pistas de taxiamento de aeronaves do Salgado Filho e serão feitos pelo consórcio vencedor da licitação da contratação integrada, prevista no Regime Diferenciado de Contratações (RDC).

Os projetos de ampliação estão em andamento e o edital de licitação das obras deve ser publicado até março, com entrega da primeira fase dos serviços prevista para maio de 2014, quando o aeroporto passará a contar com mais duas pontes de embarque, 18 balcões de check-in e outras seis novas escadas rolantes e seis novos elevadores, além de novas esteiras de bagagem.

Já a segunda fase, prevista no planejamento da Infraero para 2016, fará a instalação de outras duas pontes de embarque, além de mais seis escadas rolantes, nove elevadores e outros 29 balcões de check-in, aumentando os níveis de conforto do maior aeroporto da região Sul do Brasil.

Infraestrutura de pista - O sistema de pousos por instrumentos (ILS) também está passando por melhorias e ainda neste semestre deverá estar pronto. O equipamento passará da categoria I para a II, facilitando os pousos em condições meteorológicas adversas. Os investimentos foram iniciados em 2011 e estão sendo feitos na parte de infraestrutura de pista e de iluminação (balizamento), com investimentos de R$ 37,2 milhões. Ao final, o ILS Categoria II passará por avaliação do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), antes de ser homologado para uso.

Com o ILS Categoria II instalado, condições mínimas em caso de mau tempo passarão de 550 metros de visibilidade e teto de 60 metros (ILS Categoria I) para 300 metros de visibilidade e teto de 30 metros (Categoria II). Entretanto, os pousos com o sistema ILS requerem pilotos habilitados nesse tipo de operação, além de aeronaves homologadas para utilizar esse sistema.


As informações são"Mercado & Eventos por Rafael Massadar".Sempre é citado o link de referência.

Priscilla McInnes Queiroz Campos

About Priscilla McInnes Queiroz Campos -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :
© Copyright 2017 12Aérea News. Designed by HTML5 | Distributed By . G12horas.Aerea.